terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Resenha: Lua Azul

Nome: Lua Azul
Autor: Alyson Noel
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788598078823
Ano: 2010
Páginas: 256
Sinopse Original: Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, ela está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo - enquanto Ever se sente cada vez mais forte. Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo. Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.

Ei Gente!
Este livro é MARAVILHOSO.
Deu para perceber que eu adorei lê-lo, não é mesmo?
Ele continua a história de Para Sempre, que conta a história de Ever - uma garota que tem vê as auras das pessoas e lê suas mentes. Como no primeiro livro da série, Lua Azul é narrado em primeira pessoa, no ângulo de Ever. 

Em Lua Azul, Ever se vê em outra situação.
Sem sua irmã fantasma, ela continua feliz.
Mas parece que seu namorado está mudando. Ele começa a sentir dores que não sentia antes, e á passar mal, alem de que Damen não consegue abrir o portal para Summerland. Mas, os imortais não ficam doentes. Com isso, Ever fica preocupada.
Aparece um novo aluno na escola, Ramon. Todos admiram muito o novo garoto, com excessão de Ever. De repente todos na escola começam a se afastar dela, incluindo o novo Damen. Ela tem uma intuição de que ele é a culpa de tudo que está acontecendo. Mas tudo indica que ele não é imortal e não há provas de como ele tem capacidade de fazer alguma coisa.
Ever começa a se perguntar se era para tudo ter acontecido. O acidente, quer dizer. Ela tem que decidir se ela deveria continuar com o novo Damen e encarar o futuro, ou voltar ao passado e fazer de tudo para que o acidente que tirou quatro vidas -seus pais, irmã e Buttercop- não aconteça.

3 comentários:

Anna Furtado disse...

Ah! Esse livro é perfeito *--*/



http://myevery-thing.blogspot.com

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Ai, eu já estou com os 3 aqui, mas ainda não comecei a ler.
Quero ver se leio logo.

Beijocas!

Mariana Ribeiro disse...

Eu não li esse livro ainda, felizmente sua resenha não tinha spoiler.
Agora fiquei com vontade de ler esse livro e os demais da saga também.
Adorei sua resenha, você escreveu super bem.
Bjos.