sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Resenha: Memórias de uma Gueixa

Sinopse por marigcr: Chiyo-chan foi uma garota de nove anos em 1929. Tinha uma vida normal no Japão, na cidade de Yoroido. Morava em uma casa bêbada ás margens de um rio, com seu pai pescador, sua mãe doente e uma irmã Satsu. Chiyo tinha uma característica marcante. Tinha um lindo par de olhos azuis - o que não era comum no Japão.
Mas, um dia, ela e sua irmã são levadas pelo Sr. Tanaka, para ser adotada - como Chiyo pensava. Afinal, com sua mãe doente, seu pai precisava cuidar dela, e não haveria como sustentar e cuidar das filhas.
Chiyo e Satsu foram parar em dois lugares diferentes. Ambos os lugares eram casas de Gueixas. Na verdade, Chiyo fora vendida como um tipo de escrava. Ela tinha de limpar a casa junto com Abóbora - uma garota um pouco mais velha que ela -, servir e aturar Hatsumomo, a Gueixa que sustentava todas da casa.

Um livro que exigiu muitas pesquisas, e muito esforço para ser escrito por Arthur Golden, foi Memórias de uma Gueixa. Sua história foi criativa e ao mesmo tempo foi aos poucos ensinando muito sobre a cultura japonesa.
É muito difícil de acreditar que a história de Sayuri não seja realmente verdadeira. Fora totalmente inventada e, mesmo assim, não aparenta realmente ser uma ficção. É interessante como o autor faz comparações e metáforas lindas ao longo do livro, e essa é uma característica marcante do mesmo. (Há metáforas durante a história inteirinha!)
O autor, mesmo sendo americano e homem, retratou perfeitamente a vida de uma gueixa japonesa. Você mergulha na história, como se estivesse vivendo aquilo.
Memórias de uma Gueixa é um livro super bem escrito, a história, envonvente, e rica em conhecimento.
"Não posso lhe dizer o que nos guia nesta vida. Mas, quanto a mim, tombei para o lado do presidente como uma pedra cai para a terra. Quando cortei meu lábio e encontrei o Sr. Tanaka. Quando minha mãe morreu e fui cruelmente vendida. Tudo era como um torrente que cai sobre penhascos rochosos antes de chegar ao oceano. Mesmo agora que ele se foi, eu ainda o tenho, na riqueza de minhas memórias. E contando-as a você, eu tenho novamente a minha vida."
- Trecho de Memórias de uma Gueixa, página 450

Há um filme do livro. Obviamente, nenhum filme é fiel ao livro. A atriz que interpretou Sayuri, não é japonesa, e sim, chinesa. Mesmo assim não há como notar a diferença, para quem é ocidental. Recomendo o filme, mas apenas depois de ler o livro. O filme é realmente lindo.




Frases do filme:
"O coração morre. Uma morte lenta.
A esperança cai como folhas.
Até que um dia não sobra esperança alguma... nada permance
Ela pinta o rosto para escondê-lo.
Seus olhos de águas profundas.
As gueixas não podem querer. Não podem sentir...
As gueixas são artistas do mundo flutuante...
Ela dança, ela canta, ela entretem você. O que quer que você queira.
O resto é sombra. O resto é segredo."

"Não pode dizer ao sol que brilhe mais, ou para a chuva cair menos."

Sayuri:
- Não percebe que cada passo que dei, desde que eu era aquela criança na ponte, foi para ficar mais perto de você? - Memórias de uma Gueixa, o filme


Nota final do livro: ★★★★ (ótimo!) (favorito)

17 comentários:

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Mari, eu sempre fico pensando quando vejo esse livro... fico decidindo se compro ou não, e acabo por não comprar. Nunca me chamou muito a atenção. Mas gostei muito da sua resenha, me deixou curiosa. Vou comprar. :)

Beijos!

Vanessa News disse...

Parabéns pela resenha Bruna! Já li Memórias de Uma Gueixa e também assisti ao filme e ambos são ótimos!
Beijos!

Nine Stecanella disse...

Sabe quanto tu é apaixonda por um filme? Eu sou por esse. Aí comprei o livro e ele está na estante, esperando a vez dele. Como sou curiosa, vou passar ele na frente dos outros.

Beijo!
@nine_stecanella
http://janinestecanella.blogspot.com/

Luciana Mara disse...

Ei!
Eu adoro este livro!!! Ele é lindo! Parece msm que não é ficção.
Eu ainda não vi o filme (apesar de o ter aqui em casa...kkk)
Bjins,

Lu
www.toclivros.blogspot.com

Fran disse...

Parabéns pela resenha. Eu to com vontade de ler este livro, e ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, mas com a sua, fiquei com mais vontade =)
Bjs, Fran
Livros Ao Quadrado

Entre Fatos & Livros disse...

Comprei esse livro pq sempre quis assistir ao filme, mas qria ler antes. Ainda não li. Estou sem tempo e qro me dedicar a esse livro.

Adoro histórias que acrescentem algo em mim e tenho a impressão q acomtecerá isso com Memórias de uma Gueixa.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Mejilla disse...

Da uma passa lá no blog tem alguns selinhos pra vcs.

Abraços.
http://claratorrespalavras.blogspot.com/2011/02/selinho-e-memes.html

Hangover at 16 (contato) disse...

Só pela sinopse, eu já achei que poderia ser uma história verdadeira, pois não é tão dificil casos como esse acontecerem. Mas gostei de saber que surgiu da criatividade do autor, assim como exigiu muitas pesquisas, acho que isso é excencial na hora de escrever um livro.
Tem filme?? Não sabia! Vou ver o trailer, e aproveitar pra baixar e ver *-*

xx carol

Paula disse...

Adorei o livro e também fiz uma resenha lá no meu blog.
Bj

Paula
http://the-bookworms-club.blogspot.com

Mar disse...

Oioi amore aceita parcerias?
Beijocas. Mar
www.letrasdesonhadoras.blogspot.com

Mar disse...

Oioi florzinha, quando por meu linkme avise me okey? Espero ansiosamente sua resposta. Beijinhos. Mar
LetrasdeSonhadoras.blogspot.com

Mejilla disse...

quero muito ler esse livro, ainda não tive oportunidade de ver o filme.
Adorei a resenha
Abraços

Mar disse...

Ah amore, já está em minha aba também viu! beijocas. Mar

Raphaela disse...

Comprei o livro em novembro mas ainda nao deu pra ler, coloquei uma enquete no meu blog pra ver ql é o próximo que devo ler para resenhas e Hospedeira está ganhando, entao Memorias de uma Gueixa mais uma vez irá esperar heheh
Mas eu adorei a resenhas fiquei mais curiosa ainda pra ler o livro!

Beijos
Rapha - Doce Encanto

Deni disse...

Adorei a resenha, quero muito ler ele, mas ainda não tive oportunidade :S
beijo :)

Anônimo disse...

Nunca li o livro nem assisti o filme, mas a veracidade da história me foi contada por meu falecido marido natural do Japão bisneto de samurai.Realmente é emocionante .

Luisa ~ disse...

Adorei a resenha mari :)
O livro é tão rico em detalhes,mas ao mesmo tempo não é cansativo por isso,porque cada detalhe é uma novidade sobre uma cultura tão diferente da nossa e ao mesmo tempo muito interessante e bonita.Eu confesso que não queria aquele final,eu achei toscão HAUDHAUD Mas eu gostei muito das reflexões.Foi o tipo de livro que você fecha ele no final e diz "agora acho que vou tentar ser uma pessoa melhor".Sei lá HAUDHAUDH
Tá muito lindo o blog mari,vocês tão de parabéns!