terça-feira, 10 de maio de 2011

Resenha: Beijada por um Anjo

Sinopse by Marigcr: Ivy é uma garota que acredita em anjos. Possui estatuetas, reza para eles e confiava fortemente em que ela já foi salva por um deles. A garota se vê em uma vida diferente quando sua mãe cabeleleira se casa com um homem rico e famoso, envolvido na política. Ivy tem de se mudar para uma mansão, junto com seu irmão Philip. Neste processo, ela ganha um meio-irmão, Gregory, que já era filho do padastro dela.
 De uma hora à outra, Tristan, o garoto mais desejado da escola, se apaixona por Ivy, sem ao menos conhecê-la. Ele começa a se encontrar com ela e, por fim, consegue conversar com Ivy. Rapidamente, já começam a sair. Até que, em uma das noites juntos, de carro, acontece um acidente.
P.S.: Esta resenha não contém spoilers!
 Beijada por um anjo é um livro que possui inúmeros defeitos. O maior deles é a escrita da autora. Elizabeth Chandler escreve de uma forma descontraída, porém, errou muito nos diálogos. No livro não há expecificações de quem está falando, o que faz o leitor voltar a ler o mesmo trecho várias vezes. E este não é o único ponto em que a leitura é confusa. Na história, há uma Betty e outra Beth, o que também não é nada favorável à compreenção do leitor.
 A descrição dos personagens não é boa. Com o passar da história, você percebe alguns traços físicos de poucos deles. E, por fim, acaba de ler o livro sem conhecer os personagens.
 Um detalhe que é relevante ressaltar é que, a protagonista da história realmente nunca foi beijada por um anjo, como diz o título.
 "Ivy tocou até o fim. Nenhum dos dois disse nada depois do som do último acorde e ninguém saiu do lugar. Estavam ali, apenas tendo a lua prateada como companhia, ilumindando as teclas do piano, e a música, que, no silêncio, prolongava-se em suas mentes." - Beijada por um anjo, página 125.
 Em "Beijada por um Anjo", não há desenvolvimento do romance de Ivy e Tristan. Eles simplesmente se apaixonam da noite para o dia. Apesar disso, o enredo é criativo e a história é cativante, o que leva o leitor a ler até o fim. O final da estória deixa quem está lendo intrigado a continuar para a próximo livro, por mais que a escrita não seja boa.
 Durante o história, acontece um acidente. (Não é um spoiler, pois essa cena acontece na primeira página). Este acidente acontece três vezes durante o livro, no início, meio e fim. Ou seja, você lê a mesma coisa três vezes, o que fica muito repetitivo e cansativo.
 "Beijada por um anjo" possui detalhes que, esteticamente, ganha pontos. Uma explicação válida para o grande sucesso do mesmo, pode ser: a capa linda, os detalhes de asa ao lado da numeração de cada página e a fonte da letra, que também se destaca dentre as outras.
 O livro é grande demais para uma história pequena. A introdução dos capítulos do primeiro livro da saga, ocupam uma folha inteira (duas páginas), além de o tamanho da letra ser exageradamente grande. Sem contar com a cena do acidente, que ocupa três vezes seu espaço. Então, não se leve pelo tamanho deste livro, porque o mesmo engana!
 Enfim, apesar de tudo, depois que passa da metade do livro, a história fica muito interessante, e essa é a motivação que você tem para continuar lendo, e até ler a continuação.

Nota final: ★★★★★ (Bom)

4 comentários:

Raphaela disse...

Cada pessoa fala algo diferente sobre esse livro hehehe
preciso pra tirar minha propria conclusao ;)

Beeijocas
Rapha - Doce Encanto

Obs: tem post novo lá ^^

Gi disse...

adoro...

gente tem sorteio lá no meu blog, já passaram lá para se inscrever???

www.pimentaroja.bllogspot.com

bjosss


gi

Nine Stecanella disse...

Olá!

Já li tantas coisas negativas dessa série que perdi a vontade de ler. Agora que li sua resenha, acho que foi a única que falou sobre a maneira como ela não identifica bem os diálogos, sequêcias e o próprio contexto da história.


Um beijo!
@nine_stecanella

http://janinestecanella.blogspot.com/

Luciana Mara disse...

Ei Mari!

Eu já perdi totalmente a vontade de ler este livro.
Minha amiga leu e apontou os mesmo defeitos que vc, falta de descrição, ser repetitivo...

Menos 3 livros para a minha fila ^^
Bjis