sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Resenha: Fade

Nome: Fade
Autora: Lisa Mcmann
Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793816
Ano: 2010
Páginas: 240
Tradutor: Ana Death Duarte
Sinopse Original: Para Janie e Cabel a vida real está se tornando mais difícil do que os sonhos. Eles estão tentando (em segredo) passar um tempo juntos, mas ainda não tiveram esta sorte. Coisas perturbadoras estão acontecendo em Fieldridge High, mas ninguém quer falar a respeito. Quando Janie penetra os pesadelos violentos de um colega de classe, o caso finalmente se torna claro, mas nada sai como planejado. A cabeça confusa de Janie e o comportamento chocante de Cabe têm graves consequências para ambos. Pior ainda. Janie Descobre a verdade sobre si mesma e sua habilidade. E é desolador. Realmente desolador. Não só o seu destino está selado, como o que está por vir é muito mais sombrio do que seu pior pesadelo...

Depois que Jane contou para Cabel seu segredo, os dois ficam cada vez mais unidos. Ela percebe que estava errada.  Janie realmente achava que tendo uma "maldição" como essa, estaria sozinha no mundo. Mas Cabel mostrou que a ama e ficará ao lado dela para tudo.
 A Capitã -"chefe" de Janie-, a coloca em uma missão nova. Ela tem que se infiltrar em uma festa onde há um suspeito de crime. É lógico que Cabel fica preocupado com a segurança de Jane nesse trabalho e tenta convence-la a desistir.

Lisa teve criatividade e originalidade, ao criar uma trama independende de outros temas predominantes, como anjos e vampiros - o que já está chegando a ficar tudo muito igual. Mcmann criou seu próprio poder sobrenatural, o que tornou a historia única.

 Apesar de sua criatividade, a autora não escreve de um jeito cativante. Ela ultiliza muitas frases curtas e muitos espaços. Não há um desenvolvimento na escrita, e a falta de descrições pesou muito. Desta vez, a editora tambem não ajudou. Apesar de Fade -assim como todos os outros livros dessa trilogia-, ter uma capa esteticamente bonita e uma textura agradável, não é um livro que dure intacto. A obra, publicada pela Novo Século, é revestida com uma fina camada de película plástica, que sai facilmente, acabando com o brilho da capa.

 Por outro lado, Fade é ótimo, para quem é fã da série. O dom de Jane vai ser aos poucos desvendado, e novos conflitos são resolvidos. De repente a história começa a envolver o leitor, e ele fica cada vez com mais vontade de ler. A partir da página 100, Jane vive cada vez mais situações, ultilizando seu dom como ferramenta de ajuda. E até que o leitor acaba se acostumando com a escrita da Lisa, porque a história realmente vale a pena. É algo original, diferente de todos os outros livros.

Curiosidade: Há rumores de que a série da Lisa irá virar filme, com a Miley Cyrus como protagonista. O que você acha da Miley interpretando Jane?

Nota final: ★★★★ (muito bom!)

4 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Mari! Já li a trilogia Wake e curti bastante. Beijos!

Caue1507 disse...

fazia mto tempo q não lia nada sobre essa série!^^ ainda não li os livros mas jah estão ha um bom tempo na listinha de desejos de leitura, no momento estou lendo pegasus que peguei emprestado com a carol lah do blog, qem sabe começo wake quando terminar *-*

--
hangover at 16

Luana Farias disse...

Eu queria ler esse livro, mas não estou co tanta vontade que nem antes sabe?

Bjs

Fabio Brust disse...

Nossa, que bom que ela conseguiu criar um "poder sobrenatural próprio". Ficar se aproveitando de modinhas para lançar o livro é... tosco.
Nunca peguei nesse livro, então não sei como é a textura ou a capa, mas sabe de uma coisa que irrita? Livros sem nenhuma indicação, na capa, de que é uma trilogia e, PIOR!, sem dizer qual dos volumes da trilogia é aquele. Quero dizer... é pra galera adivinhar se é o 1, 2 ou 3? Difícil, né... :P

Fabio Brust|fabiobrust.blogspot.com