quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Resenha: A Hora mais sombria - A Mediadora 4

Nome: A hora mais sombria
Autor: Meg Cabot
Edição: 2
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501073471
Ano: 2009
Páginas: 272
Sinopse Original: "Em A hora mais sombria, quarto livro da série A mediadora, Suzannah sofre com sua paixão por Jesse - o fantasma "muito gato e com abdômen de tanquinho", que "vive" assombrando seu quarto. Desta vez, Suzannah aproveita as férias de verão para incrementar seu guarda-roupa com o dinheiro ganho com um trabalho árduo e muitíssimo trabalhoso. Enquanto passa seus dias como babá, sonhando com aquele novo par de Manolo Blanik ou aquele vestidinho Prada, ainda arruma tempo para orientar um menino de cinco anos que se revela um mediador. Para completar, precisa fugir das cantadas do irmão mais velho do moleque, que guarda um estranho segredo.
Mas esse é o menor de seus problemas: acordar no meio da noite com uma faca na garganta, empunhada pela ex-noiva (morta!) de seu namoradinho fantasma, não pode ser um bom sinal. Ainda mais quando a fantasma exige que a construção de uma piscina nos fundos da casa de Suzannah seja interrompida imediatamente. Nossa mediadora preferida começa a pensar o que a fantasma tem tanto medo que encontrem. A possibilidade de ser o corpo de Jesse não está completamente descartada. E se for isto mesmo? E se, ao solucionarem seu assassinato, o rapaz conseguir, enfim, passar para o outro lado? Como ela vai agüentar de saudades?"

O verão chega e, Suzannah finalmente pode aproveitar o tempo livre para dormir e ir à praia. Esses planos são desfeitos quando o padrasto dela obriga a todos os filhos a trabalhar. A realidade de Suze para o verão seria chegar às oito da manhã em seu novo trabalho como babá, no hotel chique da cidade. Apesar de Suze ter de cuidar de crianças que jogam comida em seu cabelo, ela ganha gorjetas gordas dos hóspedes ricassos.
 Enquanto isso, Andy, seu padastro, cava um grande buraco no quintal da família e, nele, encontra uma lata de charutos. Dentro dessa lata, são encontradas cartas de Maria da Silva, a ex-noiva de Jesse - o fantasma que mora no quarto de Suze.
 O mundo de Suzannah desaba quando ela recebe uma visita de Maria, com uma faca apontada para o seu pescoço.

 Difícil é não se surpreender com cada um dos livros dessa série. Meg Cabot cada vez mais nos cativa a ler seus livros. Em "A hora mais sombria", não é diferente. Para quem não conhece os livros da Meg, sempre é assim: a leitura é ágil e rápida, a história, cada vez mais engraçada e divertida.
 O mais legal nesse volume, foi o esclarecimento da morte de Jesse, e um aprofundamento sobre sua história. Com certeza, é o melhor da série até agora. O foco é Jesse e Suzannah, sendo que quase não aparece outros personagens, como os amigos dela.

"A hora mais sombria" é o quarto livro da série "A mediadora", de Meg Cabot.

3 comentários:

Mejilla disse...

Quero muito ler a mediadora a série, mas eu ganhei o terceiro e nunca comprei o primeiro, falta de didim. kkkkkkkk
beijos

Leeh disse...

Todo mundo que lê essa série me fala como ela é ótima e tudo mais hahahaha
Eu quero muito lê-la, mas os livros são meio caros e, infelizmente, não estão na minha lista de prioridade :( mas se um dia eu tiver a oportunidade de ler, com certeza o farei com o maior prazer!

Tatah K. disse...

Nossa, eu amei essa série.É muito boa =)

bjs